Em um novo decreto, a Prefeitura de Gurupi suspendeu por mais 15 dias o funcionamento de vários setores do comércio, como bares, cinema e feiras. A medida começa a partir desta terça-feira (9) e foi tomada como forma de prevenção ao novo coronavírus.

Conforme o documento, continuarão suspensos: as feiras livres, da Rua 13 e Rua 07; cinemas; bares; clubes sociais; Centro de Tradições Gaúcha; centros de treinamentos esportivos; boates, casas noturnas, casas de eventos, motéis; festas em residências com aglomeração de pessoas a fim de proteger a saúde pública; os velórios - por mais de duas horas, devendo ser realizado no cemitério onde for acontecer o sepultamento com a participação apenas de familiares.

As atividades escolares da rede particular e municipal também seguem suspensas, bem como os eventos, reuniões e/ou atividades sujeitas a aglomeração de pessoas, sejam elas governamentais, artísticas, esportivas e científicas do setor público, sendo as medidas adotadas recomendadas ao setor privado.

Gurupi é a terceira maior cidade do Tocantins e está entre os 10 municípios com maior número de pessoas com a Covid-19 em todo o estado. Até esta segunda-feira (8), tinham sido registrados 127 casos e cinco mortes, conforme o boletim epidemiológico da Secretaria Estadual da Saúde.

Permanecem em funcionamento: a Feira do produtor realizada na Avenida E, esquina com a Rua D, no Setor Nova Fronteira, às sextas-feiras; academias de ginástica, nos horários das 5h às 8h e das 13h30 às 23h, diariamente; e a realização de treinamentos táticos (aulas com fundamentos básicos do futebol), realizados pelas escolinhas de futebol, ficando proibido a realização de jogos coletivos.

O decreto explica que o acesso e permanência nos órgãos e entidades ligadas a administração municipal, bem como no comércio, supermercados, bancos e lotéricas só será permitido mediante o uso obrigatório de máscaras.

As medidas de segurança e distanciamento decretadas pelo Poder Executivo são requisitos mínimos, sendo que os proprietários dos estabelecimentos podem ampliar as medidas de proteção à população e aos seus respectivos colaboradores.

As denúncias referentes ao descumprimento das medidas estabelecidas, poderão ser realizadas por meio da Ouvidoria geral do município, através do número 0800 646 3366 ou (63) 3315-0077, no horário das 7h às 23h de segunda a sexta-feira.