Conforme boletim epidemiológico municipal desta segunda-feira, 1º de junho, Miracema confirma mais 01 caso e chega a 17 pacientes diagnosticados com covid-19, destes, 03 já recuperados. Hoje, 04 novas notificações foram registradas, 01 testou positivo, 09 pessoas receberam alta dos casos em monitoramento e 02 pessoas já diagnosticadas com coronavírus, após passarem por avaliação médica, receberam alta e passam a constar no boletim como caso recuperado.  
O caso confirmado desta segunda-feira refere-se a uma pessoa de 23 anos, em isolamento domiciliar, sem comorbidades e em situação estável.  
Monitoramento
A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informa que os casos confirmados, hospitalizados ou em isolamento domiciliar estão em monitoramento e com todo o acompanhamento necessário. Demais medidas preventivas e levantamentos investigativos que visam conter eventual disseminação do vírus tem sido um campo de atuação diário da Semus.
Importante ressaltar que frequentemente pessoas são notificadas e passam a ser monitoradas e, diariamente, outras recebem alta e saem do monitoramento. Portanto, nem sempre a mudança nesses números será perceptível, já que, todos os dias novas notificações são registradas e automaticamente entram para o monitoramento.
Transmissão comunitária
Miracema do Tocantins registrou, recentemente, os primeiros casos de transmissão comunitária do novo coronavírus. Isso significa que, diferente dos casos de transmissão local, não é possível identificar a origem da contaminação. 
Na transmissão local, sabe-se que uma pessoa se infectou pelo contato com outra, que contraiu o vírus após ter estado em região em que há contágio. Já na transmissão comunitária ou sustentada, não se consegue mais mapear a cadeia de infecção e saber quem foi responsável pela contaminação dos demais.
“Mais importante do que saber quem está com covid-19 é saber se cuidar. Agora, é essencial seguirmos com as recomendações dos órgãos de Saúde, como: mantermos o distanciamento social, quem puder realmente ficar em casa, usar máscara, higienizar-se com frequência e seguir com todas as demais medidas de prevenção”, alertou a coordenadora da vigilância epidemiológica, Thais Resplande.


Fonte: ASCOM Prefeitura de Miracema