Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou 162 novos casos de coronavírus e uma nova morte pela doença no Tocantins. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado neste domingo (24), agora o estado tem 2.591 pacientes infectados e 52 óbitos pela doença.

A morte registrada neste sábado (23) é de um homem de 81 anos. Ele estava internado em São Geraldo (PA), mas era morador de Xambioá. O paciente não tinha doenças pré-existentes, de acordo com a Secretaria de Saúde.

Novos casos

Dos novos diagnósticos, 50 foram em Araguaína que é a cidade com a maior quantidade de casos. São 1.130, ao todo e 12 mortes. Em Palmas foram mais 18 confirmações e o município chega a 408 pessoas com a doença.

Chama a atenção a situação de Darcionópolis, no Bico do Papagaio. A cidade confirmou 23 pacientes infectados em um dia e se tornou a terceira mais afetada no estado. O município, que tem 6.097 pessoas está com 85 moradores infectados.

Os outros casos foram registrados em Alvorada (1), Araguatins (2), Augustinópolis (1), Colinas do Tocantins (5), Esperantina (1), Formoso do Araguaia (1), Goiatins (2), Gurupi (6), Miracema do Tocantins (2), Monte do Carmo (2), Nova Olinda (5), Palmeiras do Tocantins (3), Paraíso do Tocantins (3), Porto Nacional (1), São Miguel do Tocantins (1), Tocantinópolis (10), Wanderlândia (2) e Xambioá (23).
De acordo com o boletim epidemiológico, 656 pessoas estão recuperadas e 1.883 estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar.

Casos de coronavírus no Tocantins

  • Araguaína – 1130 casos e 12 mortes
  • Palmas - 408 casos e quatro mortes
  • Darcinópolis – 85 casos
  • Gurupi – 79 casos e uma morte
  • Paraíso do Tocantins – 73 casos e três mortes
  • Nova Olinda – 71 casos
  • Xambioá – 65 casos e duas mortes
  • Colinas do Tocantins – 54 casos e uma morte
  • Cariri do Tocantins – 49 casos e uma morte
  • Sítio Novo do Tocantins – 45 casos e uma morte
  • Araguatins – 41 casos e oito mortes
  • Tocantinópolis – 41 casos e duas mortes
  • São Miguel do Tocantins – 38 casos e três mortes
  • Itaguatins – 29 casos
  • Axixá do Tocantins – 27 casos e duas mortes
  • Guaraí – 24 casos e uma morte
  • Augustinópolis – 23 casos e duas mortes
  • Goiatins – 20 casos e uma morte
  • Praia Norte – 19 casos
  • Formoso do Araguaia – 18 casos
  • Porto Nacional - 15 casos e uma morte
  • Wanderlândia - 15 casos
  • Aguiarnópolis – 12 casos e uma morte
  • Miranorte – 12 casos e duas mortes
  • Couto Magalhães - 12 casos
  • Tabocão – 12 casos
  • Maurilândia do Tocantins – 12 casos
  • Palmeiras do Tocantins – nove casos
  • Sampaio – nove casos
  • Esperantina – oito casos
  • Alvorada – sete casos
  • São Bento do Tocantins – seis casos
  • Cachoeirinha – seis casos
  • Barrolândia – seis casos e uma morte
  • Bandeirantes do Tocantins – cinco casos
  • Buriti do Tocantins – cinco casos
  • Dueré – cinco casos
  • Fátima – cinco casos
  • Oliveira de Fátima – seis casos
  • Pugmil – cinco casos
  • Figueirópolis – seis casos e uma morte
  • Ponte Alta do Tocantins – quatro casos
  • Aragominas – três casos
  • Marianópolis do Tocantins – três casos
  • Miracema do Tocantins – cinco casos
  • Presidente Kennedy – três casos
  • Riachinho – três casos
  • São Sebastião do Tocantins – cinco casos
  • Aliança do Tocantins - três casos
  • Abreulândia – dois casos
  • Ananás – dois casos
  • Aurora do Tocantins – dois casos
  • Ipueiras – dois casos
  • Pedro Afonso – três casos
  • Monte do Carmo - Dois
  • Angico – um caso
  • Araguaçu – dois casos
  • Babaçulândia – um caso
  • Barra do ouro - um caso
  • Campos Lindos – um caso
  • Caseara – um caso
  • Colmeia – um caso
  • Crixás do Tocantins – um caso
  • Dianópolis – um caso
  • Divinópolis do Tocantins – um caso
  • Filadélfia – três casos
  • Luzinópolis - dois casos
  • Santa Tereza do Tocantins - dois casos
  • Lajeado – um caso
  • Lizarda – um caso e uma morte
  • Nazaré – um caso
  • Nova Rosalândia – um caso
  • Novo Acordo – um caso
  • Palmeirópolis – um caso
  • Peixe – um caso
  • Pequizeiro – dois casos
  • Santa Fé do Araguaia – um caso
  • Silvanópolis – um caso
  • Santa Rosa do Tocantins - um caso
  • Tocantínia – um caso
  • Rio Sono - um caso

Fonte: G1