23 de ago. de 2019

Praia do Funil, em Miracema, destaca-se como a praia mais acessível em pesquisa divulgada pela Fecomércio


O prefeito Saulo Milhomem e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente, Genes Alencar, estiveram nessa terça-feira, 20, na sede da Fecomércio em Palmas, juntamente com representantes do Sistema S, a convite do presidente da instituição, Itelvino Pisoni, para participarem de uma coletiva de imprensa para a exposição de dados turísticos levantados pelo Instituto de Pesquisa da Fecomércio, em parceria com o Conselho Empresarial de Turismo (Cetur) e o Governo do Estado, durante a temporada de praia 2019. 
O levantamento que traça o perfil socioeconômico dos turistas avaliou as praias de Miracema, Palmas, Araguacema e Peixe. Segundo o presidente do Cetur, Cristiano Rodrigues, a intenção da pesquisa foi diagnosticar não só o perfil socioeconômico dos visitantes, mas também ouvir o turista e identificar os pontos fortes e as fragilidades de cada praia, a fim de que o resultado da pesquisa sirva de ferramenta e auxílio nas estratégias do gestor.
Para o presidente da Fecomércio, Itelvino Pisoni, “é importante buscar informações precisas, trabalhar com dados sólidos e saber a percepção dos turistas”. Ainda de acordo com o presidente, a pesquisa é um subsídio essencial para o monitoramento e aperfeiçoamento dos aspectos negativos, “só com pesquisa e investimentos podemos ensejar por excelência”. 
Em Miracema, a pesquisa foi realizada na Praia do Funil, aplicada entre os dias 26 e 28/07 e teve 201 entrevistados. Os turistas utilizam veículo próprio para o acesso e 57% optaram por acampar, 45,2% disseram encontrar informações turísticas, 70,6% consideraram a gastronomia excelente, ficando atrás apenas da capital, Palmas, 60% dos turistas classificaram os preços em geral como bons, sendo assim considerada a praia mais acessível entre as pesquisadas, com média 59,7% da preferência em preços gerais. No entanto, uma fragilidade encontrada e bastante perceptível foi no comércio, mais necessariamente no atendimento, com 30% de satisfação, a mais baixa entre as pesquisadas.
O prefeito Saulo Milhomem, após agradecer a pesquisa realizada pela Fecomércio, disse ter ficado satisfeito com o resultado. “Miracema hoje já é um polo turístico do Estado e o que queremos é alavancar ainda mais este potencial. São diversas praias, ilhas, balneários. Temos Miracaxi e muito em breve o 1º Festival Gastronômico será realizado. Pesquisas como essa certamente nos auxiliam nas estratégias para realizar uma temporada de praia cada vez melhor, os percentuais foram muito satisfatórios, em se tratando de uma praia de apenas 3 anos, mas sabemos que ainda há muito o que investir e melhorar como pudemos identificar na pesquisa, por isso ela tão necessária para o planejamento dos próximos eventos”, finalizou.
O presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra, ressaltou um crescimento no fluxo de turistas que frequentam as praias tocantinenses de 21% se comparada à temporada de 2018, que teve público de 350 mil e que neste ano passou para 423 mil, segundo dados apurados junto a Polícia Militar, Bombeiros e Associações comerciais. “A mostra de dados colaborou para que o Estado tenha percepção do cenário turístico e possa traçar suas estratégias”.
PESQUISA
Após a análise dos dados colhidos, foi percebido que a maior parte dos turistas entrevistados são do sexo feminino. Sobre o estado civil, os casados se destacaram durante as entrevistas e quanto à faixa etária, a maior porcentagem esteve entre 31 a 40 anos. A maioria dos entrevistados viajaram a lazer e já conheciam as praias que estavam visitando. Grande parte dos turistas pretendiam dormir na cidade. Dos que pretendiam dormir na localidade, 37% preferiram acampar na praia, 29% dormir na casa de amigos/parentes e 27% se hospedaram em hotéis/pousadas, ficando em média até 5 dias. Em relação ao transporte utilizado para o acesso às praias citadas, 84% dos entrevistados utilizaram seus próprios veículos. As principais atividades realizadas nas praias foram banhos, seguido de utilização de motos aquáticas (Jet ski). Quando questionados sobre as expectativas relacionadas à viagem, a maioria respondeu de forma positiva. Porém, os entrevistados pontuaram alguns aspectos que deveriam melhorar para o próximo ano, como por exemplo: o valor cobrado nas travessias, alimentação, a qualidade do atendimento, a disponibilidade de táxis e/ou Uber e falta de informações turísticas. Quanto a outros atrativos do Estado do Tocantins os turistas gostariam de visitar, 54,8% demonstraram interesse nos encantos do Jalapão, seguidos pela Ilha do Bananal (11,2%) e Serras e Lagos (10,8%).

 




Fonte: Fecomércio Tocantins
Fotos: Juliana Carneiro
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

MIRACEMA TV ONLINE

Fechar


 


Galeria de Fotos