2 de jan de 2019

Governador do Tocantins exonera primeiro escalão e extingue mais de 15 mil contratos temporários


Como se fosse um governo totalmente novo – e não a continuação da própria gestão – o governador Mauro Carlesse (PHS) determinou a publicação no Diário Oficial de 01/01/2019, da exoneração de todos os 32 nomes que compunham o primeiro escalão da gestão, reconduzindo, em ato subsequente, apenas sete deles: Sandro Henrique Armando, na Fazenda e Planejamento; Rolf Costa Vidal, na Casa Civil; Edson Cabral, na Administração; Heber Luis Fidelis, na Cidadania e Justiça; Divino Allan Siqueira, na chefia do gabinete do governador; Claudinei Aparecido Quaresemin, na pasta de Cidades e Infraestrutura; e Adriana da Costa Pereira Aguiar, que continuará à frente da Educação, Juventude e Esportes.
A novidade é apenas Cristiano Barbosa Sampaio, que assumiu a Secretaria de Segurança Pública (SSP). Sampaio exerceu o mesmo cargo no Distrito Federal no ano de 2018. Ele será responsável pela Polícia Civil, Polícia Científica e pelos Institutos de Medicina Legal no estado. Na trajetória de Sampaio se destacam o período em que atuou como superintendente regional da Polícia Federal no Estado do Maranhão, como também o trabalho dele como coordenador nacional da Segurança da Copa do Mundo 2014, além de ter sido o coordenador da Segurança dos Jogos Olímpicos Rio 2016.
Ainda estão sem titulares, na nova estrutura governamental divulgada após a posse, as Secretarias de Saúde de Bem Estar; de Trabalho e Desenvolvimento Social; do Meio Ambiente e Recursos Hídricos; do Desenvolvimento Econômico; da Agricultura, Pecuária e Pesca; além da Procuradoria Geral do Estado; Comandantes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, bem como das autarquias Terratins, Detran, Itertins e Naturatins.
Contratos temporários
Uma edição suplementar do Diário Oficial também complementa a reforma administrativa anunciada durante a posse do governador. Por meio de Ato da Secretaria da Administração, o governo declarou extintos todos os 15.766 contratos temporários. Os nomes e funções dos servidores exonerados podem ser conferidos no link. Clique aqui.



Fonte: Jornal Opção
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fechar


 


Galeria de Fotos