20 de mar de 2018

Juarão alerta que Expo’Miracema pode não acontecer

Na Câmara Municipal Juarão diz porque vai renunciar a presidência do Sindicato Rural

Durante sua participação na Tribuna Livre da sessão desta segunda-feira, 19, na Câmara Municipal, o presidente do Sindicato Rural de Miracema do Tocantins, Juracy dos Santos, disse que vai renunciar o mandato da entidade responsável pela realização da Exposição Agropecuária da primeira capital.

Juarão, como é conhecido o produtor rural, após realizar prestação de contas do Sindicato Rural referente a 2017, numa solenidade acontecida nó último sábado, 17, no Parque de Exposição Capitão Vaqueiro, participou de um debate na Câmara, quando falou sobre os motivos que o fizeram desistir da presidência.

O presidente que está renunciando, falou sobre seus mandatos à frente do Sindicato Rural, desde o tempo que realizava as festas agropecuárias no local onde hoje é o viveiro de mudas da Prefeitura, lembrou a troca das áreas para construir o atual Parque Agropecuário e reverenciou as grandiosas cavalgadas realizadas por ele e sua equipe.

Juarão foi conduzido à Tribuna Livre pelos vereadores Núbio Gomes e Pedro Da Farmácia
 EXPO’2017

Juarão falou sobre as dificuldades para realizar uma festa agropecuária, porque depende sempre do poder público, lamentando que o Sindicato Rural de Miracema tem apenas 25 produtores associados e que apenas 17 estão quites com a mensalidade de valor irrisório (R$ 25,/mês).

Agradeceu ao atual prefeito Moisés Costa/MDB pelo apoio na contratação dos shows e rodeios, destacando que realizou uma festa agropecuária de portões abertos, todos os dias, fato nunca acontecido antes. Na oportunidade revelou que o prefeito prometeu R$ 180 mil e cumpriu quando pagou os artistas Israel Novaes e Gilvanêz Ferreira, e ainda a Cia. de Rodeios, pagos também com emenda do deputado Nilton Franco/MDB.

Por outro lado disse que “estou como o coração doido” - em referencia às emendas parlamentares, ainda não recebidas: uma para realização da Exposição Agropecuária do ano passado, no valor de R$ 150 mil, do deputado Júnior Evangelista/PSC; uma emenda de 2016, no valor de R$ 28 mil da deputada federal Dulce Miranda/MDB; e outra de 2015, no valor de R$ 50 mil, da deputada Amália Santana /PT-, mas informando que com muita luta conseguiu pagar os débitos e vai deixar o Sindicato para o vice-presidente Fred (Frederico Sodré dos Santos), sem divida alguma e ainda com cerca de R$ 30 mil em caixa.

O presidente ainda informou que o Sindicato Rural de Miracema é um dos seis sindicatos em dia com suas obrigações.
Sobre a festa agropecuária deste ano, lembrou que Miracema é a primeira do calendário, seria em maio, mas que não vê condições de ser realizada. Questionado sobre uma informação que o prefeito teria marcado a festa para agosto, Juarão disse que não tem nada marcado e que o presidente é quem marca. “O Fred vai assumir a presidência e vai resolver se faz a festa e em que dia pode fazer”, disse, lamentando que até os dois funcionários disponibilizados pela Prefeitura foram tirados do Sindicato.

O líder do prefeito na Casa de Leis, vereador Natan Fontes/MDB, disse que a emenda da deputada Dulce Miranda pode ter sido incluída em outra emenda já endereçada para o município, mas que vai verificar, “agora o deputado deixou de pagar os R$ 150 mil para a festa agropecuária, mas pagou R$ 400 mil para o show do Mano Walter”, questionou.
 
O demicionário presidente do Sindicato Rural de Miracema fala porqiue vai renunciar



Fonte: Mira Jornal
Fotos: Osterno Parrião
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fechar


 


Galeria de Fotos