21 de dez de 2017

Uso de capacete dentro de lojas e locais públicos passa a ser proibido por lei

"Já entram com mau pensamento", disse motociclista sobre entrada de pessoas com capacete em estabelecimentos (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)


Moradores aprovaram nova norma e acreditam que haverá mais segurança. Lei estadual foi publicada na última segunda-feira (18) e vale para estabelecimentos públicos e privados.

Uma lei estadual publicada recentemente proíbe a entrada de pessoas usando capacete em locais públicos ou privados no Tocantins. A nova determinação foi publicada nesta segunda-feira (18), no Diário Oficial do Estado, e vale também para prédios que funcionam com sistema de condomínio. 

Nos postos de combustíveis, por exemplo, os motociclistas devem retirar o equipamento antes da faixa de segurança para abastecimento. Além do capacete, os acessórios como bonés, capuzes e gorros entram na proibição se forem usados para cobrir o rosto.

Muitos moradores concordam com a nova medida e acreditam que isso vai deixar o ambiente mais seguro. "Os bandidos se escondem atrás de um capacete, de uma máscara e isso vai inibir um pouco essa violência que está crescente no nosso estado e na nossa cidade", disse uma mulher em entrevista à TV Anhanguera.

Os donos dos estabelecimentos terão 60 dias para expor a informação sobre a nova regra usando placas. Sendo que o número da lei e a data da publicação precisam ser citadas.

Quem desrespeitar a lei e entrar nos locais proibidos com o rosto coberto pode ser multado em R$ 500. Em caso de reincidência, o valor dobra e chega a R$ 1 mil.

(Do G1TO)
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fechar


 


Galeria de Fotos