25 de mai de 2016

Rio Tocantins sofre com o período de estiagem de chuvas


“Do alto das rampas do Ponto de Apoio era possível observar as belas imagens do Rio Tocantins que banha nossa cidade. Hoje a situação está afetada devido ao baixo índice pluviométrico que atinge o Estado, e o Rio diminuiu sua capacidade”. Com essas palavras a prefeita Magda Borba comentou o período de seca do que atravessa o Tocantins e que tem chamado a atenção das autoridades públicas e também da população.
A prefeita ainda lembrou que as ações pontuais realizadas pela gestão ao longo dos últimos anos favoreceram para amenizar a situação crítica que vive a cidade. “ O calor é forte e tem diminuído o nível do Rio Tocantins. As ações para preservação das matas ciliares e as campanhas de limpeza do leito do Rio estão sendo determinantes para conseguirmos passar por essa estiagem sem problemas mais sérios”, comentou Magda.
Em diálogo com o departamento de comunicação da prefeitura de Miracema, o meteorologista da Fundação Universidade do 
Tocantins, José Luís Cabral da Silva, explicou que o fenômeno El Nino tem influenciado diretamente para o forte calor sofrido pela população tocantinense nos últimos meses. “ Estamos vivenciando a maior influência dos últimos 35 anos. A ausência de chuvas atinge quase toda região Norte e Nordeste do Brasil e provocado perdas inclusive nas lavouras”, explicou o meteorologista.

Ainda segundo Cabral, os tocantinenses vão sofrer um pouco mais com as altas temperaturas já que o período deve se estender. “ Já estamos sofrendo com o calor e a situação vai continuar por mais alguns dias.”, alertou Cabral.
Números

Só para se ter uma ideia da situação que vive o Tocantins, o Estado tem registrado temperaturas até três vezes acima da normalidade, apresentando uma média de 36°. Em Palmas, segundo informações da Defesa Civil, o esperado para o mês de abril era 120mm de chuva e a capital registrou apenas 6mm. Gurupi, Araguaína, Miracema e Peixe também estão com números bem abaixo do esperado.
A secretária municipal de Meio Ambiente, Sâmyla Tássia, também comentou a situação que vive Miracema e o Tocantins. “ Os especialistas sobre o assunto estão impressionados com seca que tem atingido o Tocantins. Nosso Rio tem sofrido com o tempo quente e o nível de água reduziu. Esperamos logo que as chuvas voltem a cair e assim o Rio Tocantins e a capacidade de abastecimento dos reservatórios de água voltem ao normal”, explicou Sâmyla.
Boatos
A cidade de Miracema do Tocantins tem sofrido com o calor e também com falsos boatos caluniosos de que o nível do Rio Tocantins estaria abaixo do normal devido as obras de reforma das rampas do Ponto de Apoio. A prefeita Magda Borba lamentou os boatos.
“Infelizmente vivemos uma época que pessoas maldosas utilizam o tempo que tem para denegrir a imagem de nossa amada Miracema. Como a gestão municipal seria capaz de reduzir a capacidade de um Rio? A vazão da água do Tocantins que passar abaixo da Hidrelétrica é administrada pela concessionária. A escassez de chuva é a responsável por este problema e a administração da Hidrelétrica precisa manter a produção de energia. A tomada de decisão para abertura ou não das comportas independe da gestão. Essa é uma medida da concessionária que administra o empreendimento. Lamentamos os boatos e informamos que as obras em nossa cidade vão continuar”, afirmou a prefeita.
Mais informações
Para conferir a situação meteorológica do Tocantins está disponível em uma plataforma On-line o Portal da Agrometeorologia. Neste canal é possível obter informações sobre a climatologia, boletins, rede de monitoramento, previsão do tempo e mapas do Estado.


Fonte: Prefeitura Municipal de Miracema do TO.


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fechar


 


Galeria de Fotos