6 de nov. de 2015

Polícia Civil apreende três carros clonados, no interior do Estado


A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (Derfrva) deflagrou nesta quinta-feira, 5, no município de Divinópolis, uma operação de combate à máfia do “carro clonado”, a qual resultou na apreensão de três veículos roubados ou furtados e na prisão de três pessoas suspeitas pela prática de receptação e uso de documento falso.   

De acordo com o delegado Rossílio Souza Correia, responsável pela operação, as ações foram iniciadas na manhã desta quarta visando apreender veículos clonados e que estariam circulando na cidade. Por volta do meio-dia, os policiais civis da Derfrva estavam realizando averiguações no centro da cidade, quando se depararam com o veículo Ford KA, de cor prata, o qual era dirigido por Sebastião Abreu Silva, de 45 anos. 

Os policiais desconfiaram da procedência do carro e, após realizar uma rápida vistoria no automóvel, constataram que o mesmo estava com placas falsas e também apresentava adulterações em seu Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Após levantamentos no banco de dados da Polícia Civil, os agentes descobriram que o automóvel havia sido roubado, em Goiânia-GO, no dia 02 de setembro de 2015. 

Ao ser indagado sobre a procedência do veículo, Sebastião alegou que desconhecia que o carro era produto de origem criminosa, afirmando, ainda que o adquiriu pela quantia de R.000,00 em uma feira, em Palmas. Após a apreensão do Ford KA, os policiais civis localizaram um Voyage, ano 2010, o qual estava na posse de José Francine da Silva, de 56 anos de idade. Depois de uma minuciosa verificação, os policiais civis constataram que o carro estava com o chassi, motor, placas, vidros e etiquetas identificadoras adulterados, sendo, portanto considerado um “Clone”. 

José Francine, após ser ouvido pelo delegado, afirmou que havia comprado o veículo de Sebastião Abreu. Dando continuidade à operação, os policiais civis deslocaram-se até outro ponto da cidade, onde se depararam com um veículo Fiat, Siena, de cor prata, ano 2011, o qual era conduzido pelo professor e diretor de escola, Elson do Santos Carvalho, de 35 anos de idade. Os policiais desconfiaram de que o referido automóvel poderia ser mais um carro “clonado” e abordaram seu condutor. 

Por meio de uma rápida inspeção, os policiais civis confirmaram as suspeitas iniciais de que o carro era mesmo produto de origem criminosa e possuía várias adulterações. Diante dos fatos, Elson, José Francine e Sebastião foram conduzidos à Delegacia de Divinópolis, onde os dois primeiros foram autuados pelo crime de receptação culposa e responderão ao processo em liberdade. Sebastião, no entanto, foi autuado em flagrante pelos crimes de receptação qualificada e uso de documento falso e, desta maneira, foi recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Paraíso, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. 

Nos últimos meses, as operações de combate à máfia do carro clonado, deflagradas pela Delegacia Estadual de Furtos e Roubos de Veículos, já resultaram na apreensão e recuperação de mais de 40 veículos roubados ou furtados, em Palmas e em vários municípios do Tocantins e, conforme o delegado Rossílio, novas ações de repressão a essa modalidade criminosa serão realizadas, na Capital e no interior dentro em breve. 

“Estamos intensificando nossas ações a fim de que mais veículos roubados ou furtados sejam recuperados e mais pessoas, que estejam na posse desses bens, sejam autuadas e responsabilizadas na forma da lei”, pontuou.


Fonte: SSP.TO

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

MIRACEMA TV ONLINE

Fechar


 


Galeria de Fotos