26 de out de 2015

Polícia Civil recupera armas de fogo furtadas em Miracema


Policiais Civis da Delegacia de Miracema do Tocantins, comandados pelo delegado regional Clecyws Antônio de Castro Alves recuperaram, na tarde desta quinta-feira, 22, duas armas de fogo, que haviam sido furtadas naquele município, inclusive uma pistola calibre .40 de propriedade da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SS), que havia sido subtraída há cerca de dois meses da residência de um policial civil. 

A ação que resultou na apreensão das armas se deu em função das investigações em torno do furto da arma da SSP, sendo que na tarde desta quinta-feira, a equipe do delegado regional recebeu informações sobre o possível paradeiro das mesmas. Diante disso, os Policiais Civis localizaram um adolescente de 16 anos, o qual é suspeito de ter furtado e estar vendendo uma espingarda calibre 32. 

Ao ser ouvido pelos policiais, o jovem informou que havia vendido a espingarda para um senhor de nome Manoel, negócio intermediado por Fábio Teles Guimarães, vulgo “Gustavo”. Com base nessas informações, os agentes chegaram à chácara do senhor Manoel onde foram informados que a referida espingarda estava na posse de outro adolescente, de 15 anos de idade, então os policiais deslocaram-se até a residência dele, situada próxima à Praça Diogo Jardim, mas o adolescente não se encontrava. 

Mesmo assim, os Policiais Civis adentraram na casa, onde estava a mãe do jovem e, após realizar algumas buscas, localizaram no interior da residência a espingarda Calibre 32 com duas munições intactas e uma deflagrada, além da pistola .40, marca Taurus com um carregador e onze munições intactas. Os Policiais então montaram campana e esperaram pelo adolescente, que ao chegar foi abordado e conduzido à Delegacia de Polícia de Miracema, onde o mesmo assumiu ter praticado o furto da Pistola .40. 

Por serem menores de idade, após a confecção do procedimento policial cabível, os mesmos foram liberadas e entregues às suas respectivas genitoras. A pistola será submetida à perícia oficial do Estado e, posteriormente, restituída a Secretaria da Segurança Pública.


Fonte: SSP.TO
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fechar


 


Galeria de Fotos