3 de out de 2015

Empresários do Tocantins vão parar o comércio do Estado dias 14 e 24

Líderes empresariais reunidos na Fecomércio na tarde desta sexta para discutir a reação ao pacote do governo
Eles querem que governo revogue aumento de impostos e reduza custos da máquina pública

As principais entidades empresariais do Estado se reuniram na tarde desta sexta-feira, 2, na Federação do Comércio do Tocantins (Fecomércio), para discutir as medidas que tomarão contra os aumentos de alíquotas de impostos propostos pelo governo do Estado e aprovados pela Assembleia Legislativa nesta semana. As ações ainda estão sendo definidas, mas o que é certo é que os empresários vão parar todo o comércio do Tocantins em duas datas: nos próximos dias 14 e 24.

No dia 14, será entregue um documento ao governador Marcelo Miranda (PMDB). Nele, o empresariado tocantinense vai pedir que o Executivo envie outro projeto de lei à Assembleia revogando todos os aumentos de impostos aprovados pelos deputados nesta semana e ainda que Marcelo reveja toda a estrutura do Estado para redução do custo da máquina administrativa. Os empresários querem a extinção de secretarias e a demissão de cargos comissionados. Ou seja, vão cobrar que o governo faça sua lição de casa, ao invés de apenas passar a conta para a sociedade.

Depois, no dia 24, haverá outra paralisação geral do comércio de todo o Tocantins, quando os empresários vão cobrar uma resposta do governador Marcelo Miranda à pauta entregue no dia 14. A ideia é mobilizar toda a sociedade tocantinense nessas duas datas.

 O movimento conta com o apoio da Fecomércio, Federação das Indústrias (Fieto), Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs), Federação das Associações Comerciais e Industriais do Estado (Faciet), Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara), Associação Comercial e Industrial de Paraíso (Acip), Associação Comercial e Industrial de Gurupi (Acig), Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos Automotores (Sincodive), Associação Tocantinense de Supermercados (Atos), Conselho Regional de Contabilidade (CRC) e Associação dos Jovens Empresários e Empreendedores do Tocantins (Ajee).

Fonte: Cleber Toledo

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fechar


 


Galeria de Fotos