31 de ago de 2015

Embaixador da Bélgica é recebido por comunidade Xerente no TO

O embaixador da Bélgica Josef Smets visitou a aldeia Porteira no último domingo

Em visita ao Tocantins, o embaixador da Bélgica, Josef Smets, esteve, no último domingo, 30, na aldeia Xerente Porteira, localizada no município de Tocantínia. A ação contou com a presença do senador Donizeti Nogueira, da secretária de Estado da Defesa e Proteção Social, Gleidy Braga, e do diretor de Patrimônio Histórico e Artístico da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), Wolfgang Teske.
Os indígenas receberam a comitiva em clima de festividade, demonstrando elementos típicos de sua cultura, como a dança do Padí e a corrida de toras. Os anciãos da aldeia foram lembrados e discursaram em sua língua mãe antes dos caciques. Segundo a presidente da Associação das Mulheres Indígenas, Eliete Xerente, a vista foi um momento de alegria para todos da aldeia.
Para o embaixador da Bélgica, Josef Smets, participar daquele momento foi um grande privilégio. “Já havia visitado uma aldeia em outro estado do Brasil, mas essa foi a primeira vez que pude interagir diretamente com a cultura deles. O que é mais interessante é perceber que pude contribuir para estabelecer um diálogo entre representantes do Governo e povo Xerente. Essa é a verdadeira função de um embaixador”, declarou.
O fortalecimento da cultura indígena foi destacado pelo senador Donizeti Nogueira, que ressaltou a força do povo Xerente. “Estive aqui há vinte anos e hoje percebo que o povo Xerente fortaleceu sua cultura. Tenho certeza que, a cada dia, esse fortalecimento vai aumentar”, disse.
O diretor da Secult, Wolfgang Teske, lembrou a importância da diversidade cultural brasileira. “Precisamos de mecanismos que diminuam o estereótipo dos indígenas e promovam a difusão dos elementos culturais dos povos. A Secretaria da Cultura está trabalhando amplamente para isso. O primeiro passo foi a realização da primeira Conferência de Cultura Indígena, que foi realizada há alguns dias”, concluiu.
Ao final das apresentações, uma carta de demandas, elaborada pelos moradores da aldeia Porteira foi entregue ao senador Donizete e uma solicitação de apoio para o monitoramento do território indígena ao embaixador da Bélgica. Josef Smets continua no Tocantins até a próxima terça-feira, quando será recebido pelo governador Marcelo Miranda
Emerson Silva / Governo do Tocantins

FOTO: Fernanda Veloso 
Fonte: Diário do Tocantins

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fechar


 


Galeria de Fotos