24 de ago de 2015

Confraternização de policiais termina em tragédia: Militar se suicida e tiro fatal ainda mata colega que tentou impedir

Cabo Fernandes se matou e o tiro que ele deu na cabeça atingiu o peito de outro militar que tentou impedir o suicídio.
Terminou em tragédia uma confraternização de militares que acontecia na noite deste sábado, 22, em Arraias do Tocantins, quando um policial militar se suicidou e ainda acabou matando outro PM que tentou impedir a ação. O caso aconteceu por volta das 20 horas, durante uma festa em comemoração ao Dia do Soldado, no clube da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB).

De acordo com as primeiras informações apuradas por nossa reportagem, o PM identificado até o momento apenas como Cabo Fernandes, estava visivelmente embriagado e afirmou que iria se matar, ele ainda teria pedido aos colegas que cuidassem de seus filhos e em seguida foi para o estacionamento e entrou em seu carro cometer o suicídio. Um colega identificado até o momento como Cabo Messias, o seguiu para tentar impedir a ação do amigo mas não conseguiu evitar. Fernandes deu um tiro na própria cabeça e a bala acabou atingindo o peito esquerdo do militar que tentou ajudá-lo.



Cabo Messias de camisa azul e Cabo Fernandes fardado. (Foto: Divulgação)





Cabo Fernandes morreu na hora, já o Cabo Messias foi socorrido ainda com vida mas morreu logo depois de dar entrada no hospital de Arraias.


Fonte: O Norte
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fechar


 


Galeria de Fotos