Últimas Notícias
Loading...

29 de jun de 2019

Proerd promove a formatura de alunos em Tocantínia


Alunos da Rede Municipal de Educação de Tocantínia, juntamente com alunos do Colégio Frei Antônio,  participaram, receberam certificados de conclusão  de mais uma etapa  do curso do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), realizado pela Polícia Militar, em parceria com a Prefeitura de Tocantínia, por meio da Secretaria Municipal, de Educação.

A solenidade de entrega dos certificados aconteceu na manhã  desta terça-feira, 25,  na quadra de esportes  da Escola Municipal de Tempo Integral António Benvindo da Luz e  contou com a presença de várias autoridades, entre as quais, o prefeito de Tocantínia, Manoel Silvino (SD) e o vice-prefeito, Nilo Monteiro (MDB).
O objetivo do Proerd é ensinar os estudantes sobre as boas estratégias de tomada de decisão para ajudá-los a desenvolver habilidades que os permitam conduzir suas vidas de maneira segura e saudável, além de construir um mundo no qual os jovens de todos os lugares estejam capacitados para respeitar os outros, optando por conduzir suas vidas livre do abuso de drogas, da violência e de outros comportamentos perigosos.
O prefeito Manoel Silvino parabenizou a Polícia Militar e destacou a importância do Proerd  na vida de cada criança alcançada pelo programa, em Tocantínia,  e destacou  que é  muito gratificante ver a integração entre as crianças e a Polícia Militar. 






Ascom/Tocantinia

Prefeitura de Miracema efetua pagamento para Educação neste sábado, 29.

Prefeitura de Miracema efetua pagamento referente à folha do mês de junho para os servidores da Educação. O pagamento foi creditado em conta neste sábado, 29. O valor referente à Educação é de R$ 1.004.383,42 e já inclui todas as obrigações patronais.
O governo municipal tem agido de forma a deixar a folha sempre em dia, honrando o compromisso com os servidores que movem a administração pública.

Fonte: ASCOM Prefeitura

24 de jun de 2019

Polícia Civil investiga boato de rompimento em barragem que fez moradores fugirem de cidade

Usina Hidrelétrica Luis Eduardo Magalhães, em Lajeado, está funcionando normalmente — Foto: Reprodução/G1
A Polícia Civil abriu uma investigação para apurar o boato de que a barragem da Usina Hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães, em Lajeado, havia rompido na noite deste domingo (23). A informação falsa provocou uma confusão fez os moradores de Tocantínia, na região central do estado, fugirem para a zona rural da cidade em busca de terrenos mais elevados.

"A Polícia Militar foi ao local para averiguar a usina e os agentes de polícia estão recolhendo testemunhos e indícios dessa fake news que ocorreu ontem. Pode ser que tenha relação com outros crimes, que isso será apurado também, e abriremos inquérito policial em Tocantínia e possivelmente em Lajeado também", afirmou o delegado Pedro Henrique.

O boato começou a circular por volta de 23h. Os moradores ficaram apavorados e evacuaram a cidade, que tem mais de 7 mil habitantes. "A gente ficou desesperado. Só deu tempo de pegar as crianças, peguei meu filho, chamei alguns vizinhos e fui avisar minha mãe. Foi um tumulto na estrada: crianças pedindo ajuda, gente correndo de a pé, de bicicleta de moto", contou a jovem Thayohhana Costa, 24 anos.

O gerente de operação e manutenção da Investco, Edson Caldeira, garantiu que a barragem está em perfeito funcionamento e a empresa trabalha junto com a Defesa Civil, informando todos os dias a situação da usina.
Moradores fugiram para a zona rural da cidade após boato de rompimento em barragem — Foto: Divulgação
"Estamos sempre em contato com a Defesa Civil, com as prefeituras, de forma muito tranquila. Se ocorrer alguma mudança na usina que a gente tenha que fazer, a gente informa a Defesa civil com muita antecedência. Diariamente a gente mantém um link e manda e-mails, onde é colocada a produção de energia que a gente vai ter e a quantidade de água que vai passar para baixo da usina", explicou.

O delegado Pedro Henrique afirmou que crimes registrados durante e após a confusão serão investigados. "A fake news geralmente vem associada a algum crime ou para encobrir outros crimes, como um assalto, algum roubo ou furto que possa ter ocorrido na cidade [...] A cidade ficou muito movimentada na parte de procedimentos criminais, teve homicídios e teve assalto a um posto de combustível. Pode ser que esteja associado ao boato para desviar a atenção", explicou.

Entenda
A Usina Hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães fica no rio Tocantins, na cidade de Lajeado, região central do estado. Abaixo do reservatório ficam os municípios de Miracema, com mais de 27 mil habitantes, e Tocantínia, com 7,4 mil moradores.

A empresária Heidy Brito, de 46 anos, contou que após saber do boato só teve tempo de pegar as duas filhas e arrumar uma carona para sair de casa. "Só entrei [em casa], peguei minhas filhas e saí. Só deu tempo de sair correndo e deixar tudo para trás. Vi a quantidade de pessoas, crianças, idosos. Todo mundo correndo pela sobrevivência", contou.

Os moradores fugiram para a zona rural da cidade, em uma região de assentamento conhecida como Cascalheira, a cerca de 15 quilômetros de distância.

"A cidade quase toda estava lá. Nós fomos quase os últimos, todo mundo gritando. Eu peguei liguei para um amigo que disse que não houve nada. Depois de uma 1h30 mais ou menos a polícia chegou dizendo que foi fake news e as pessoas poderiam voltar para casa", contou Heidy Brito.

A Investco, empresa responsável pela UHE Lajeado, informou que todas as recentes informações veiculadas sobre a barragem da UHE Lajeado são fake news. "A Companhia realiza todas as inspeções exigidas pela legislação por meio de empresas independentes, e a usina está operando em total normalidade", diz nota enviada.

Fonte: G1 TO

Prefeitura de Miracema lança edital para Comércio Ambulante no Miracaxi 2019


A Prefeitura de Miracema do Tocantins, através da Secretaria de Esporte, Juventude e Cultura e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente, tornou público na última quarta-feira, 19, o edital de vagas para o Comércio Ambulante no Miracaxi 2019.
As inscrições começam nesta terça-feira, 25, e devem ser feitas de segunda a sexta-feira, de 8h as 14h, na Secretaria de Esportes, Juventude e Cultura, na sede da Prefeitura de Miracema e terminam no dia 3 de julho.

Confira o edital na íntegra em:

 Ascom Miracema

Arraiá de Miracema contou com a participação de quadrilhas do município e da Capital


A Prefeitura de Miracema do Tocantins, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, Juventude e Cultura e da Secretaria Municipal de Assistência Social, promoveu na noite de sábado, 22, a 2ª edição do Arraiá da Miracema, que contou com a participação de 3 quadrilhas do município e a participação especial do grupo de quadrilha Pula Fogueira da cidade de Palmas.
O secretário de Esportes, Juventude e Cultura, Leandro Oliveira, frisou a satisfação de poder oferecer à população um evento de tamanha riqueza cultural, destacando o objetivo da gestão de envolver os miracemenses, sobretudo as crianças e jovens, em atividades saudáveis e tradicionais.
“É com muita alegria que realizamos mais uma vez este belíssimo arraiá, dando às crianças e jovens a oportunidade de vivenciarem as ações que mantêm viva a nossa cultura. O nosso objetivo vai além da promoção de um momento de lazer, mas transmitir aos miracemenses as práticas e costumes do nosso Nordeste como também do nosso município. Quero parabenizar a cada envolvido nesse projeto pela dedicação. Reforço nosso compromisso de resgatar os valores culturais, trazendo o melhor ao nosso município,” finalizou o secretário.
Diante de imenso público, crianças, jovens e idosos apresentaram as verdadeiras raízes da cultura nordestina através de muita música e dança. Pela primeira vez, o evento contou com uma megaestrutura, com praça de alimentação, arquibancada e segurança especializada.
A abertura oficial do Arraiá teve a primeira apresentação do grupo Vencedores da Vida, formado pelo Centro de Convivência da Criança e Adolescente/Idoso. As apresentações foram encerradas com apresentação do grupo Pula Fogueira, logo após houve premiação e show com Os Negros.
Prestigiaram o evento o prefeito Saulo Milhomem; a primeira-dama e secretária de Assistência Social, Laynnara Milhomem; o secretário municipal de Saúde, Leal Júnior; o secretário de Administração e Finanças, Valteir Filho; a secretária de Educação, Fernanda Fialho; demais secretários e o vereador Branquinho do Araras.

Premiação:
1º Lugar: Evolução do Sertão R$ 2.000,00
2º Lugar: Renascer do Sol R$ 1.000,00
3º Lugar: Pé de Serra R$ 1.000,00

Jurados:
Gelva Alves
Fernando Mota
Ana Rita Coelho
Valteir Filho
Weliton Pires

Troféu de Melhor Casal de Noivos:
Evolução do Sertão – Noiva Glenda Freitas e Noivo Wakson Lucas

Troféu de Melhor Gritador:
Pé de Serra – Tharlis

Troféu de Melhor Casal de Reis:
Evolução do Sertão – Kauan e Geovana








  











Texto: Jhonatas Miranda
Fotos: Ronys Rocha

 Ascom Miracema

Moradores fogem de cidade após boato de que barragem havia estourado

Moradores fugiram para a zona rural da cidade — Foto: Divulgação
 Mensagens falsas divulgadas pelas redes sociais deixaram os moradores de Tocantínia, na região central do estado, apavorados na noite deste domingo (23). As mensagens falavam que a barragem da Usina Hidrelétrica de Lajeado, no rio Tocantins, havia estourado. Os moradores evacuaram a cidade e fugiram para a zona rural com medo de uma inundação.

"A gente ficou desesperado. Só deu tempo de pegar as crianças, peguei meu filho, chamei alguns vizinhos e fui avisar minha mãe. Foi um tumulto na estrada: crianças pedindo ajuda, gente correndo de a pé, de bicicleta de moto", contou Thayohhana Costa, 24 anos.

A jovem, que trabalha em uma lanchonete, contou que por volta de 23h30 começou uma grande movimentação na cidade. "Eu passei por uma rua de esquina e o carro trancou a rua. Saiu uma senhora da casa e começou a gritar: 'corre, corre que não vai dar tempo'. A gente ficou sem saber o que estava acontecendo, só começou a aparecer gente correndo. Quando passou uma colega e chamou que fui saber o que era."

A empresária Heidy Brito, de 46 anos, passou pela mesma situação. Ela conta que só teve tempo de pegar as duas filhas e arrumar uma carona para sair de casa.

"Só entrei [em casa], peguei minhas filhas e saí. Só deu tempo de sair correndo e deixar tudo para trás. Vi a quantidade de pessoas, crianças, idosos. Todo mundo correndo pela sobrevivência", contou.

Os moradores fugiram para a zona rural da cidade, em uma região de assentamento conhecida como Cascalheira, a cerca de 15 quilômetros de distância.

"A cidade quase toda estava lá. Nós fomos quase os últimos, todo mundo gritando. Eu peguei liguei para um amigo que disse que não houve nada. Depois de uma 1h30 mais ou menos a polícia chegou dizendo que foi fake news e as pessoas poderiam voltar para casa", contou Heidy Brito.

Moradores fugiram para zona rural da cidade — Foto: Divulgação

A Usina

A Usina Hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães fica no rio Tocantins, na cidade de Lajeado, região central do estado. Abaixo do reservatório ficam os municípios de Miracema, com mais de 27 mil habitantes, e Tocantínia, com 7,4 mil moradores.

A Investco, empresa responsável pela UHE Lajeado, informou que todas as recentes informações veiculadas sobre a barragem da UHE Lajeado são fake news. "A Companhia realiza todas as inspeções exigidas pela legislação por meio de empresas independentes, e a usina está operando em total normalidade", diz nota enviada.

O G1 questionou como funciona o sistema de alerta e aguarda resposta.


Fonte: G1 To

10 de jun de 2019

Audiência pública em Tocantínia discutiu a conclusão da pavimentação asfáltica da rodovia TO-010


 Assembleia Legislativa realizou nesta segunda-feira, 10,  no Colégio Batista de Tocantínia, audiência pública onde foi discutida a viabilidade da pavimentação asfáltica do trecho da rodovia  TO-010, que interliga os municípios de Lajeado, Tocantínia, Pedro Afonso, Santa Maria, Itacajá, Recursolândia, Centenário e Rio Sono. 
A solicitação foi do deputado Vilmar de Oliveira (Solidariedade), a partir de demanda da própria comunidade local, que vive há anos o impasse do difícil acesso e por consequência com o desenvolvimento regional comprometido.
O impasse da pavimentação do trecho da TO-010 se deve ao fato de a rodovia estar localizada em área indígena. Sobre o isso, o prefeito de Tocantínia, Manoel Silvino, explica que apesar de a reivindicação ser da população local e até da comunidade indígena, há uma exigência da Funai para que o traçado seja alterado e deixe de passar dentro da reserva.
“Talvez por desconhecimento da Funai, geograficamente, inexiste a possibilidade de alteração desse trajeto, já que o município de Tocantínia possui toda a sua circunscrição margeada por reservas indígenas”, esclarece o gestor. Sobre a possível solução para a conclusão da obra,  Manoel Silvino cita o exemplo da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima. Em julgamento no Supremo Tribunal Federal, os ministros mantiveram a demarcação em faixa contínua e, mesmo considerando as áreas indígenas inalienáveis e indisponíveis, julgou possível a realização de benfeitorias de infraestrutura, como a instalação de redes de comunicação, estradas e vias de transporte.
BUSCANDO SOLUÇÃO
O presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, deputado Antonio Andrade (PHS), participou da audiência e em seu discurso falou sobre a importância dessa rodovia.
“A Assembleia está pronta para o debate. Não quero saber de quem é a culpa, queremos a solução. Se for da vontade da maioria a construção da rodovia, estaremos prontos para apoiar no que for preciso,” explicou o presidente.
Antonio Andrade lembrou que é obrigação dos deputados ouvir as demandas na população. Ele ainda citou o problema das obras paradas.
O deputado Vilmar de Oliveira presidiu a audiência pública, que contou também com a participação da deputada Wanda de Monteiro (PSL) e do deputado Léo Barbosa (SD). Além do prefeito de Tocantínia,   Manoel Silvino, participaram o prefeito de Pedro Afonso e presidente da ATM, Jairo Mariano, e Eduardo Macedo, coordenador regional da Funai.
A participação da comunidade indígena Xerente e de moradores de Tocantínia foi bastante expressiva. 









Ascom/Tocantínia

Em Miracema, equipe do Justiça Cidadã realiza palestras com programação especial para servidores e magistrados


 Após o evento de abertura da segunda edição do projeto Justiça Cidadã, na manhã desta segunda-feira (10/6), no Fórum de Miracema, o presidente do TJTO, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, abriu a programação da tarde com um bate-papo exclusivo para os servidores e magistrados da Comarca, a fim de ouvir sugestões e demandas que possam melhorar as rotinas de trabalho. O tom da conversa foi bastante descontraído e os servidores se sentiram à vontade para fazer perguntas e reivindicações.
Dentre as principais questões levantadas pelos servidores, falou-se sobre a necessidade de mais capacitação para utilização do Sistema Eletrônico de Execução Unificada (SEEU), implantado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Outra solicitação foi a abertura de novas vagas para estagiários e servidores voluntários, que contribuem de forma significativa com a força de trabalho do Judiciário. Em resposta, o presidente e o diretor geral do TJ, Jonas Demóstene Ramos, garantiram que as questões serão analisadas para atender às solicitações com a maior brevidade possível.
“Nosso objetivo é aprimorar o Judiciário a fim de prestar um serviço cada vez mais eficiente ao cidadão. Para isso é importante ter humildade e ouvir quem de fato realiza esse trabalho, dando a oportunidade para que os magistrados e servidores façam suas sugestões, pedidos e até mesmo críticas. É dessa forma que vamos ajustar o que precisa ser ajustado”, afirmou o desembargador Helvécio Maia Neto, que saiu em seguida para cumprir a programação da tarde na Escola de Tempo Integral Dona Filomena Moreira de Paula.
A programação de palestras voltadas para os servidores da Comarca teve início com o diretor Jonas Ramos, que falou sobre a importância do trabalho dos servidores do Judiciário na prestação de uma justiça cada vez mais cidadã. O ponto alto da apresentação foi a discussão sobre o Planejamento Estratégico do Tribunal de Justiça, que está sendo construído de maneira participativa, coletando, por meio de um formulário, a opinião de magistrados, servidores e integrantes do sistema de justiça. A aplicação do questionário foi feita pelo chefe da Coordenadoria de Gestão Estratégica, Estatística e Projetos (Coges), Wallson Brito da Silva, e pelo servidor João Ornato Benigno Brito, responsáveis pela primeira fase da elaboração do Planejamento Estratégico 2021-2026, que irá nortear as ações do Tribunal para os próximos cinco anos.
Para Jonas Ramos, a força de trabalho do Poder Judiciário é a grande responsável pelos resultados positivos já alcançados. “Somos um dos tribunais mais modernos do país, com um processo eletrônico em constante aprimoramento e números que melhoram a cada ano. Mas a nossa ferramenta de trabalho mais importante é o ser humano e sua capacidade infinita de evolução. Essa palestra tem o intuito de valorizar o nosso servidor e convidá-lo a participar efetivamente da gestão”, afirmou o diretor.
Mais palestras
As palestras seguintes trataram sobre sustentabilidade, saúde laboral, previdência social e segurança institucional. A coordenadora do Núcleo de Gestão Ambiental (Nuges), Leila Jardim, pediu o engajamento dos servidores nas ações desenvolvidas pelo núcleo com o objetivo de estimular práticas sustentáveis, como a utilização racional dos recursos econômicos e ambientais. “As ações de sustentabilidade promovidas pelo Tribunal de Justiça atendem aos indicadores apresentados pelo CNJ, que demandam a participação efetiva dos nossos servidores para alcançar os resultados esperados. Essa palestra visa ao engajamento de todos nas práticas sustentáveis que podemos realizar no dia a dia”, afirmou.
Já a médica Elaine Ferreira, coordenadora do Espaço Saúde, falou sobre a importância dos cuidados com a saúde física e mental para ter um bom rendimento no ambiente de trabalho e, principalmente, na vida pessoal. “Cuidados simples, como fazer atividade física regular e ter uma alimentação saudável, podem fazer uma grande diferença na nossa saúde, possibilitando mais qualidade de vida tanto no ambiente de trabalho quanto em casa”, afirmou a cardiologista.
A palestra sobre previdência social e aposentadoria, realizada pelo técnico judiciário Josivan Alves Monteiro, tirou dúvidas dos servidores sobre tempo de serviço, contribuição previdenciária, entre outros temas. Também houve um momento dedicado aos atendimentos individualizados. A última palestra do dia foi sobre segurança institucional, ministrada pelo tenente Fernando, da equipe da Assessoria Militar do Tribunal de Justiça.
Novo Fórum de Miracema
Um verdadeiro presente. Foi assim que muitos servidores receberam a notícia da autorização do início das obras para construção do novo Fórum da Comarca de Miracema do Tocantins, com previsão de inauguração para agosto de 2020. No período da tarde, o juiz e diretor do foro da Comarca de Miracema, Marcello Rodrigues de Ataídes, acompanhou o presidente do TJTO e equipe em uma visita às obras do novo fórum. Acompanharam ainda a visita o prefeito de Miracema, Saulo Milhomem, o presidente da Associação Tocantinense do Ministério Público (ATMP), Luciano Casaroti, e os juízes Luciana Aglantzakis, Jordan Jardim e Julianne Freire Marques, presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Tocantins (Asmeto).
“Nós estamos felizes e radiantes com a construção do novo Fórum de Miracema, que será o primeiro fórum sustentável do Judiciário tocantinense. Nossos magistrados e servidores estão agradecidos, porque isso é uma verdadeira demonstração, por parte do desembargador Helvécio, de respeito ao servidor e também a toda a comunidade da Comarca de Miracema”, afirmou o juiz Marcello Ataídes.
A nova sede será construída no Setor Santa Filomena, com área total de 4 mil m², área construída de 1.355,27 m², e deverá ser o primeiro prédio do Poder Judiciário construído para funcionar de forma sustentável. A obra conta com sistema de geração de energia elétrica por células fotovoltaicas, sistema de reaproveitamento de águas pluviais e os drenos dos aparelhos de ar condicionado para reuso em jardim e limpeza de áreas externas.









Texto: Abelson Ribeiro / Fotos: Rondinelli Ribeiro
Comunicação TJTO

Prefeitura de Tocantínia e a Colônia de Pescadores realizam coleta de lixo nas margens do rio Tocantins

Sempre buscando contribuir  com a preservação do meio ambiente,  a Prefeitura de Tocantínia, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente  e,  em parceria com a Colônia de Pescadores Profissionais Artesanal de Miracema do Tocantins e Tocantínia, realizaram ação de coleta lixo sólido nas margens direita e esquerda do Rio Tocantins, na manhã de quinta-feira (06).

A iniciativa contou também com apoio da Secretaria de Saúde, das escolas da Rede Municipal de Educação e  do Colégio Estadual Batista de Tocantínia.

O secretário  de Meio Ambiente de Tocantínia, Francisco Nardes, destaque ser importante envolver entidades como a Colônia dos Pescadores nessa ação, vez que os pescadores  convivem diariamente com a realidade do rio, de onde  retiram o sustento de suas famílias.

Ainda segundo Nardes, já é visível o aumento da poluição do rio a cada ano que passa, com lixo deixado pelos turistas ou até mesmo pelos moradores da região.

O secretário informou que a participação dos pescadores com seus barcos motorizados facilitou a coleta do lixo ao longo do percurso nas margens onde essa ação aconteceu,  especialmente, naqueles trechos   de costumeira concentração de pessoas.


A presidente da Colônia dos Pescadores,  Maria do Socorro Sousa dos Santos, disse que pela própria iniciativa da classe, a coleta de lixo submerso e das margens do rio acontece todo ano, ressaltando que  os pescadores já tem consciência da importância da preservação e vem ganhando força a cada ano.

Após a coleta, todos os pescadores envolvidos atravessaram o rio Tocantins de balsa,  de Miracema do Tocantins para Tocantínia, onde fizeram uma carreata nas principais ruas da cidade, exibindo a quantidade de lixos retirado do rio. A carreata foi finalizada na Praça  Valperino Gomes de Oliveira, no centro da cidade, onde foi descarregado cerca de  300 quilos de lixo recolhido e que ficou exposto até o final do dia com objetivo de chamar atenção dos moradores sobre a poluição do rio.    













Ascom/Tocantínia
Fechar


 


Galeria de Fotos