Últimas Notícias
Loading...

22 de junho de 2016

Tocantins treina sem Edycarlos em preparação para jogo da final

O time enfrenta o Gurupi no estádio Castanheirão, em Miracema do Tocantins. O Tecão só precisa de um empate para ficar com a taça do Tocantinense


Uma gripe impediu que Edycarlos treinasse com o time neste início da semana. O atacante e artilheiro do Tocantins ficou fora dos primeiros treinos, mas garante que estará em campo na final contra o Gurupi. Os dois clubes duelam pelo título tocantinense no próximo sábado (25).
- Vou tomar uma medicação para melhorar e ficar preparado para o jogo. Vai ser uma grande final, uma grande festa aqui no nosso estádio - disse o jogador, cheio de confiança.
Para conquistar o primeiro título na primeira divisão, o Tocantins precisa apenas de um empate contra o Camaleão do Sul. No jogo dia ida, as duas equipes ficaram no 0 a 0 e o Tecão leva vantagem por ter feito a melhor campanha durante a primeira fase.
A partida de volta está marcada para começar às 19h30, no estádio Castanheirão, em Miracema do Tocantins.

Fonte:  Globo Esporte/ Tocantins

Foragido da justiça e suspeito de duplo homicídio em Paraíso é preso no PA


José Rodrigues Da Silva, foi preso nesta quarta-feira (22), em Casa de Tábua Pará, pela Polícia de Santana do Araguaia PA, em cumprimento a mandado de prisão preventiva por ter cometido duplo homicídio no município de Monte Santo Tocantins.
As vítimas foram os irmãos Adão Pereira de Oliveira e Antônio Pereira de Oliveira, sendo que um desses era mototaxista bastante conhecido na cidade de Paraíso TO. O crime ocorreu no dia 08 de junho de 2015.
No inicio da tarde desta quarta-feira a polícia do Tocantins o recambiou para responder pelos crimes. (Otávio Araújo)

Fonte: Sugiu

20 de junho de 2016

Fuga de 13 presos em cadeia é percebida sete horas depois no TO

Caso foi registrado na cadeia pública de Cristalândia.
Detentos são acusados de roubo e homicídio; apenas um foi recapturado.

Polícia divulgou a fotos de 10 detentos que fugiram da cadeia em Cristalândia
(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A fuga dos 13 presos registrada na cadeia pública de Cristalândia, região central do Tocantins, só foi percebida sete horas depois. Os detentos escaparam na madrugada deste domingo (19). Os homens serraram as grades de quatro celas. Apenas um foi recapturado. Ele é Rodrigo Silva Santos.
Após sair das celas, eles escalaram uma parede de 10 metros usando uma corda de tecido. Os detentos cortaram a cerca elétrica e pularam o muro. Nos arredores da cadeia, foram encontradas roupas espalhadas pelo chão.
Presos escalaram parede de 12 metros para fugir
(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
No momento, não tinham policiais na cadeia. Apenas dos funcionários administrativos faziam a segurança. Eles disseram que não ouviram nenhum barulho nas celas por causa do som alto de uma festa na região. Só perceberam a ausência dos detentos sete horas depois, quando fizeram uma vistoria de rotina nos corredores.
Os fugitivos são acusados de roubos e homicídios. As fotos deles foram divulgadas pela polícia nas redes sociais para ajudar na localização.
"Assim que a gente tomou ciência do fato, a gente já começou a procura, as buscas nas proximidades, porém até o momento, a gente só conseguiu êxito em uma recaptura", informou o subtenente da PM, José Nogueira.
A cadeia fica em frente à delegacia de polícia e ao fórum. As celas estão suporlotadas. Elas foram construídas para abrigar no máximo 20 presos. Antes da fuga, tinham 41. Os moradores questionam a falta de segurança.
"É um absurdo, é a ausência do Estado", lamenta o aposentado João Gomes.
Em nota, a Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça (Seciju) informou que está sendo instaurado um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar as responsabilidades, seja omissivas ou comissivas, dos servidores públicos da unidade.
Cadeia fica em Cristalândia, região central do Tocantins (Foto: Ana Paula Rehbein/TV Anhanguera)


G1 Tocantins


Três pessoas morrem afogadas no fim de semana no Tocantins

Três pessoas morreram afogadas no Tocantins, neste fim de semana. Duas mortes foram registradas em praias, no extremo norte do estado. A outra aconteceu no lago da Usina Hidrelétrica de Laejado, a 50 km da capital.
Letícia Paz, de 11 anos, brincava com outras crinças na praia do municipio de Praia Norte, quando se afogou, na manhã deste domingo (19). Os Bombeiros foram acionados e encontraram o corpo do mesmo dia.

Um adolescente de 14 anos também se afogou na praia de Carrasco Bonito, no sábado (18). Jairo Moraes Menezes foi visto pela última vez tentando atravessar o rio a nado com alguns colegas. O pai foi quem sentiu falta do garoto, como ele não foi encontrado, os parentes acionaram os Bombeiros. O corpo só foi encontrado no domingo, depois de boiar.
Corpo de Davi Guilherme foi encontrado em Lajeado
(Foto: Reprodução/Facebook)

Os Bombeiros informaram que durante a temporada de praia, há muitos locais de banho espalhados pelo Tocantins e que os afogamentos podem acontecer com maior frequência, principalmente se as pessoas não tomam as medidas de segurança.
"Muitas crianças desaparecem durante brincadeiras. Elas se distraem, saem da área segura e vão para a área perigosa. Os amigos e parentes não podem se esquecer dos cuidados", explicou o Major Neto, do Corpo de Bombeiros de Araguaína.
Davi Guilherme Maus, 31 anos, praticava mergulho prático apneia no lago da Usina Hidrelétrica de Lajeado quando sumiu no sábado. Ele era servidor da Energisa, concessionária de energia elétrica do Tocantins.

O homem mergulhou e não voltou à superfície. O corpo dele foi encontrado no domingo, perto do antigo porto da balsa, a 25 metros de profundidade. Ele deixa mulher e dois filhos pequenos.
G1 Tocantins

 


Galeria de Fotos